Banner Mach
Banner Nova

Alta de 45% no preço da gasolina assusta em SC: ‘Gasto o dobro por dia’, diz comerciante

VFO preço da gasolina disparou 45,33% nos últimos 12 meses em Santa Catarina. A alta assustou principalmente os comerciantes que utilizam veículos como principal ferramenta de trabalho.

Entre eles, está Diego dos Santos, de 33 anos, que trabalha com a venda de produtos de limpeza em São José, município da Grande Florianópolis, há mais de 10 anos.

“No início de 2021 eu abastecia R$ 50 para rodar o dia todo, no máximo, R$ 70. Em relação ao que foi gasto em janeiro, eu precisei colocar R$ 100 diariamente”, diz o comerciante que relata percorrer cerca de 80 até 120 km por dia pelos bairros josefenses.



Para receber as notícias da página São Bento Notícias pelo WhatsApp no seu celular clique aqui!

De acordo com o levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o litro da gasolina comum disparou de R$ 4,49 para R$ 6,52, conforme preço médio praticado entre os postos pesquisados.

 

Veja a variação do preço da gasolina em 12 meses

Dessa forma, houve um aumento de pouco mais de R$ 2 no litro do combustível. Exemplificando, em janeiro de 2021, o condutor de um veículo com um tanque de 50 litros iria gastar R$ 224,50. Para abastecer o mesmo carro no início deste ano custaria R$ 326, ou seja, R$ 101,5 mais caro em um intervalo de apenas 12 meses.

Ainda levando em consideração a pesquisa da ANP, os primeiros três meses de 2021 foram de aumento de R$ 0,80 no litro da gasolina.

Após uma queda entre março e abril, os motoristas de Santa Catarina sentiram no bolso mais oito meses de aumento sequenciais até custar R$ 6,56 em novembro de 2021.

Ainda conforme a média dos postos pesquisados em Santa Catarina, houve uma estagnação nos aumentos e a gasolina comum permaneceu em R$ 6,52 entre dezembro e janeiro.

Por conta disso, os motoristas precisam utilizar da criatividade e planejamento para diminuir o susto no momento de passar no posto de combustível.

“Desde o aumento da gasolina, eu comecei a trabalhar mais por aplicativo de mensagem para diminuir a questão de ir até a casa das clientes e dar viagens perdidas. Eu ainda faço a minha rota diária, mas a comunicação pelo aplicativo aumentou muito em relação aos últimos anos”, detalha Diego dos Santos.

Clique em Curtir Página