São Bento Notícias - Notícias na hora da Região
Prefeitura de São Bento do Sul

Bombeiros salvam bebê depois de serem “enganados” por GPS em Joinville SC

Bombeiros salvam bebê depois de serem “enganados” por GPS em Joinville
Eles voltaram a encontrar a menina nesta quinta-feira para presenteá-la com uma boneca

Publicidade

 

Reencontro dos bombeiros com a criança ocorreu depois de uma busca nas redes sociais(Foto: Arquivo Pessoal)
Os Bombeiros Voluntários de Joinville viveram uma situação curiosa e emocionante no último sábado (30). Eles estavam a caminho de um incêndio em vegetação quando um acaso e um “erro de cálculo de rota” do GPS os levaram ao salvamento de uma menina de seis meses no Rio Bonito, em Pirabeiraba.

Os bombeiros Sidney dos Santos Teixeira, Jeferson Machado Goulart, Aurélio Guesses e o subchefe Phelippe Caliri Almeida saíram da sede no Vila Nova por volta das 18 horas, ao serem acionados para combater o fogo em uma área de vegetação na Estrada Bonita, na divisa de Joinville com Garuva. No caminho, discutiam qual era a melhor forma de chegar ao local, que tem sua entrada às margens da BR-101.

Publicidade

— Decidimos ligar o GPS para saber qual era o acesso e ele pediu para entrar na rua Quinze de Outubro em vez de seguir pelo caminho tradicional, pela BR. Entramos pelo bairro e encontramos um homem em uma moto que, quando viu o caminhão dos bombeiros, freou e começou a sinalizar pedindo ajuda — conta o subchefe Philippe.

O rapaz na moto, depois de acenar para os bombeiros, deu a volta e começou a seguir no sentido contrário. Philippe, Jeferson, Sidney e Aurélio imaginaram que o homem estava querendo indicar o melhor caminho para o incêndio, e seguiram a moto.

No entanto, o motociclista não foi em direção à Estrada Bonita. Ele logo entrou em uma casa e, de lá, saiu um homem correndo com um bebê no colo. Era Juliano Alonsio, que trazia a filha Alicia, de seis meses, nos braços.

Publicidade

— Ela tinha engolido um objeto e os pais já estavam há algum tempo falando com um médico no telefone, mas não conseguiam resolver o problema com as orientações que estavam sendo passadas. Já estavam desesperados — recorda Phelippe.

Um amigo da família, que também tentava ajudar, decidiu pegar a moto e sair em busca de socorro, ainda sem saber muito bem como o encontraria. Foi por acaso que, no caminho, avistou o caminhão dos bombeiros voluntários e conseguiu levá-los até a casa da família da pequena Alicia. Ao chegarem, os bombeiros imediatamente realizaram a manobra de desobstrução das vias aéreas da menina, que já começava a apresentar sinais de desmaio. Rapidamente, a menina expeliu o objeto e começou chorar — sinal de que havia voltado a respirar normalmente.

— Para os mais céticos, foi apenas uma coincidência. Mas eu acredito em Deus e que teve um dedo dele no desvio da nossa rota — afirma o subchefe dos bombeiros.
Reencontro com presente e café
Ainda que os bombeiros estejam acostumados a atuarem em salvamentos, o acontecimento com a pequena Alicia foi marcante para toda a equipe. Nos dias seguintes, o grupo ficou se perguntando como a menina estava, e decidiram reencontrá-la. A partir dos dados colhidos após a ação, pesquisaram pelas redes sociais dos pais do bebê e conseguiram entrar em contato com a família.

Nesta quinta-feira, Phelippe, Sidney e Jeferson voltaram à casa. Tomaram café com os pais da menina e entregaram para ela uma boneca.

— É uma forma de ela recordar o que aconteceu — disse Phelippe.

Por Cláudia Morriesen
[email protected]

Publicidade

Fonte jornal A Notícia.

%d blogueiros gostam disto: