São Bento Notícias - Notícias na hora da Região
sex. nov 15th, 2019
Prefeitura de São Bento do Sul

Seis marcas de azeite de oliva consideradas impróprias para consumo são retiradas do mercado

Os consumidores que forem ao mercado não devem mais encontrar seis marcas de azeite de oliva nas prateleiras das redes varejistas e atacadistas de todo o Brasil. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, após algumas investigações foram encontrados alguns produtos impróprios ao consumo.

A proibição faz parte de uma ação da Polícia de São Paulo, no município de Guarulhos, na região metropolitana da capital paulista que descobriram uma fábrica clandestina de azeites falsificados e com mistura de óleos, sem a presença de azeite de oliva.

A fiscalização encontrou os produtos em oito estados do Brasil, incluindo Santa Catarina. Segundo a pasta, os azeites das marcas Oliveira do Conde, Quina Luzitana, Quinta D´ Oro, Évora, Costanera e Olivais do Porto eram fraudados e considerados impróprios para o consumo.

Até esta segunda-feira (8), os produtos que tiveram a sua fraude comprovada não devem mais circular no comércio de atacado e varejo.

Comerciantes que forem flagrados vendendo os produtos serão denunciados ao Ministério Público Federal, encaminhado à Polícia Judiciaria e multados em R$ 5 mil por ocorrência com acréscimo de 400% sobre o valor comercial dos azeites

Nova MultiMarcas
%d blogueiros gostam disto: